Secar é preciso

Voltar


Todos os dias, antes de se deitar, o usuário de aparelhos auditivos precisa criar um hábito indispensável: secar o aparelho auditivo. A secagem é essencial para evitar que a umidade danifique o circuito do equipamento. Conforme explica Camila Quintino, fonoaudióloga e gerente de produtos da Starkey, “é necessário secar o tubo do molde sempre que for lavado ou quando o usuário notar que há gotículas de água que podem se formar por conta do suor ou da alta temperatura do ambiente”.

O suor é outro fator que pode danificar o aparelho auditivo. “O suor contém basicamente água e sal e em contato com o aparelho auditivo, pode causar muitos danos não só por conta da ação da umidade, mas também por conta do sal”, garante Camila. Além disso, o suor e a oleosidade produzida pela pele podem danificar o aparelho auditivo e o molde.
“Os aparelhos auditivos tem proteção contra umidade e oleosidade e possuem uma grande vantagem na sua durabilidade, mas é importante lembrar que essa “blindagem” é aplicada à caixa do aparelho auditivo retroauricular e não ao gancho, molde e tubo do molde”, relembra a gerente de produtos.

 A melhor forma de remover a umidade é através do uso do desumidificador. “O desumidificador vai reter a umidade do aparelho auditivo e vai garantir uma maior durabilidade do produto”, confirma Camila. Entre as opções para manter o aparelho auditivo livre da umidade está o desumidificador de sílica gel.

A sílica gel é produzida pela reação de silicato de sódio e ácido sulfúrico e suas granulações tem a função de reter a umidade. Para utiliza-la é necessário colocar a sílica gel em um recipiente e sobre ela o aparelho auditivo, sem a bateria, para que a umidade seja removida. Outras medidas preventivas podem ser tomadas como nunca armazenar o aparelho auditivo em ambientes úmidos.
Voltar